Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto   
Buscar
Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto   
  

Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção Primária à Saúde- SAPS

 

Brasil tem 340 instituições de saúde com o selo de qualidade "Iniciativa Hospital Amigo da Criança"

Data de publicação: 23/11/2022


Certificado é conferido pelo Ministério da Saúde aos hospitais que cumprem os dez passos para o sucesso do aleitamento materno


Foto: Reprodução da internet

A Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) tem como objetivo promover, proteger e apoiar a amamentação nas maternidades. Foi incorporada pelo Ministério da Saúde como ação prioritária em 1992 e desde então capacita profissionais, realiza avaliações e estimula a rede hospitalar para o credenciamento de novos estabelecimentos. Já são mais de 20 mil Hospitais Amigo da Criança em todo o mundo e pelo menos 340 no Brasil.

Para que um hospital seja habilitado como IHAC, é necessário cumprir os seguintes critérios:

  • Garantir os 10 passos para o sucesso do aleitamento materno, instituídos pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS);
  • Ter uma política de aleitamento materno escrita que seja rotineiramente transmitida a toda equipe de cuidados de saúde;
  • Capacitar a equipe de cuidados de saúde nas práticas necessárias para implementar essa política;
  • Informar às gestantes sobre os benefícios e o manejo do aleitamento materno;
  • Ajudar as mães a iniciar o aleitamento materno na primeira meia hora após o nascimento;
  • Mostrar às mães como amamentar e como manter a lactação, mesmo se vierem a ser separadas dos filhos;
  • Não oferecer a recém-nascidos bebida ou alimento que não seja o leite materno, a não ser que haja indicação médica;
  • Praticar o alojamento conjunto: permitir que mães e recém-nascidos permaneçam juntos 24 horas por dia;
  • Incentivar o aleitamento materno sob livre demanda;
  • Não oferecer bicos artificiais ou chupetas a crianças amamentadas;
  • Promover a formação de grupos de apoio à amamentação e encaminhar as mães a esses grupos na alta da maternidade;
  • Cumprir o Cuidado Amigo da Mulher (CAM);
  • Garantir a permanência da mãe e do pai junto ao recém-nascido 24 horas por dia e livre acesso a ambos ou, na falta deles, ao responsável legal, devendo o estabelecimento de saúde ter normas e rotinas escritas a respeito, que sejam rotineiramente transmitidas a toda equipe de cuidados de saúde;
  • Cumprir o Decreto nº 9.579 de 22 de novembro de 2018, que regulamenta a Lei nº 11.265, de 3 de janeiro de 2006, e a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças na Primeira Infância (NBCAL).

Entre os dez passos para o sucesso do aleitamento materno, é importante destacar o passo quatro: deve-se colocar o bebê em contato pele a pele com a mãe imediatamente após o parto, por no mínimo uma hora, e encorajá-la a reconhecer quando a criança está pronta para ser amamentada, oferecendo ajuda, se necessário.

Entre as responsabilidades específicas da Iniciativa Hospital Amigo da Criança a nível nacional, estão:

  • Coordenar e fomentar a colaboração entre ministérios, criando um processo sustentável para reavaliações via, por exemplo, incentivos financeiros ou de tributos;
  • Incorporar o incentivo ao aleitamento materno e à alimentação complementar em ações já operacionais;
  • Atingir os objetivos estabelecidos sobre alimentação de lactentes e crianças de primeira infância.

Os Hospitais Amigos da Criança são referência em qualidade e humanização do atendimento durante todas as etapas da gestação, parto, nascimento e período neonatal precoce. Os gestores devem apoiar as ações em educação permanente com mães e profissionais de saúde, não somente nos hospitais, mas também nas Unidades Básicas de Saúde.

Ascom/MS