Buscar
  
  

Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

ImunizaSUS vai capacitar mais de 94 mil profissionais de saúde que atuam em salas de vacinação

Data de publicação: 25/01/2021


Parceria entre Ministério da Saúde e Conasems valoriza a educação permanente nos postos de saúde. Investimento federal é de R$ 58 milhões


Ovministro da Saúde, Eduardo Pazuello, participou, nesta quinta-feira (21/01), do lançamento do ImunizaSUS, projeto que irá capacitar 94,5 mil trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS) que atuam diretamente nas salas de vacinação. O programa, realizado em parceria com o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), conta com um investimento federal de R$ 58 milhões.

“É o maior programa de capacitação em imunização já realizado no Brasil. Estamos dando um grande passo na melhoria do atendimento de saúde do nosso país. Confiem no SUS, ele é estruturado por pessoas voltadas para a saúde, para o cumprimento dessa missão”, destacou o ministro Pazuello durante a cerimônia de lançamento, realizada em Brasília (DF).

Os cursos serão realizados on-line e à distância com o objetivo de qualificar e orientar os profissionais de saúde sobre as vacinas disponíveis no Programa Nacional de Imunizações (PNI) – entre elas, a da Covid-19. O projeto também propõe ações de engajamento para conscientizar a sociedade sobre a importância da imunização e do cumprimento do calendário de vacinas.

“Esse é outro grande esforço que o nosso ministério produz para capacitarmos cada vez mais os nossos trabalhadores na ponta, não só para a vacinação da Covid-19, mas também para todas as vacinas que estão no nosso programa de imunização”, ressaltou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.

O evento também contou com a presença do Secretário Executivo do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Jurandi Frutuoso, e da representante da OPAS/MS no Brasil, Socorro Gross.

AULAS NOS POSTOS DE SAÚDE

A qualificação será ofertada dentro das Unidades Básicas de Saúde (UBS) a partir de teleaulas transmitidas por satélite no canal de televisão Mais Conasems, exibidas em horários pré-definidos. Elas também serão disponibilizadas no chamado Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que funciona como um serviço de streaming, podendo ser acessadas a qualquer momento pelos profissionais de saúde. No total, 1,8 mil tutores serão responsáveis pela qualificação durante as 180 horas de atividades previstas.

“O projeto é voltado para trabalhadores que realizam diversas campanhas de vacinação, que lidam com imunizantes diferentes. Essas pessoas precisam de uma ação contínua de educação no seu ambiente de trabalho”, explicou o presidente do Conasems, Wilames Freire Bezerra.

A capacitação está prevista para começar em fevereiro, após a escolha dos tutores e a realização de matrícula dos profissionais de saúde. Ao final do curso, os alunos poderão apresentar propostas para melhorar a cobertura vacinal no seu município.

Via Agência Saúde