Buscar
  
  

Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Novo ciclo de adesões do PSE abrange Crescer Saudável e Estratégia NutriSUS

Data de publicação: 02/12/2020


Passo a passo dá suporte para que municípios façam a adesão aos programas. Iniciativa busca fortalecimento e promoção do cuidado a crianças e adolescentes nas escolas


Até 16 de fevereiro de 2021, municípios poderão participar do Programa Saúde na Escola, o PSE. A novidade é que, neste novo ciclo, gestores que firmarem a pactuação poderão também aderir ao Crescer Saudável e manifestar interesse na Estratégia NutriSUS. Ao aderir, os municípios recebem um recurso para custeio das ações, conforme estabelecido na Portaria nº 1.055/2017

De acordo com a Coordenadora do PSE, Fabiana Cavalcante, entre os temas que deverão ser abordados na escola estão a promoção da atividade física, o combate ao Aedes aegypti e a verificação da situação vacinal. A equipe ainda enfatiza que todos ganham com o Programa. “A articulação intersetorial entre saúde e educação, mais especificamente entre a escola e unidade básica de saúde, é fundamental para a educação em saúde que o estudante tem em sala de aula para o desenvolvimento de comportamentos saudáveis”, pontua Fabiana.

Para aderir, gestores municipais de saúde e educação devem definir  as escolas em que as ações serão realizadas, com base no Censo Escolar 2019. O credenciamento é feito no e-Gestor com o CPF e senha do perfil cadastrado como “gestor municipal” vinculado ao “módulo PSE”. Caso o gestor não tenha entrada habilitada ou perfil no módulo PSE, é o CNPJ e a senha do Fundo Municipal de Saúde que devem gerenciar o cadastro.
 
Confira o passo a passo para dar suporte no processo de adesão do seu município.
 
Saúde na Escola
Lançado em 2007, o Programa Saúde na Escola tem objetivo de desenvolver ações de promoção da saúde e prevenção de doenças com os educandos de escolas públicas, com  articulação e planejamento conjunto das equipes de saúde e de educação básica no território. A adesão ao PSE acontece a cada dois anos e é um processo de pactuação de compromissos a serem firmados entre os secretários Municipais de Saúde e Educação com os Ministérios da Saúde e da Educação. O investimento anual do Governo Federal no último ciclo do PSE foi de R$ 89 milhões. Mais de 90% dos municípios brasileiros aderiram ao Programa no ciclo 2019/2020. As ações envolveram um universo de mais de 20 milhões de estudantes de 85.706 escolas e mais de 36 mil equipes da atenção básica do SUS.
 
Crescer Saudável
Conjunto de ações a serem implementadas com o objetivo de contribuir para o enfrentamento da obesidade infantil no País por meio de ações a serem realizadas no âmbito do Programa Saúde na Escola (PSE), para as crianças matriculadas na Educação Infantil (creches e pré-escolas) e Ensino Fundamental I. As atividades que compõem o programa abrangem a vigilância nutricional, a promoção da alimentação adequada e saudável, o incentivo às práticas corporais e de atividade física e ações voltadas para oferta de cuidados para as crianças que apresentam obesidade. 
 
Estratégia NustriSUS
Tem objetivo de potencializar o pleno desenvolvimento infantil, a prevenção e o controle da anemia e outras carências nutricionais específicas na infância. A Estratégia NutriSUS ocorre por meio de dois ciclos de fortificação planejados dentro de um ano letivo em creches públicas ou conveniadas ao poder público. Um ciclo é executado no primeiro semestre do ano e outro ciclo no segundo semestre do ano com um intervalo de 3 a 4 meses entre eles.

Links de apoio
Programa Saúde na Escola
Painel de adesão PSE
Educação a distância: Implementando o PSE
Caderno Segurança Alimentar e Nutricional e Promoção da Alimentação Adequada e Saudável
Caderno Verificação da situação vacinal
Práticas corporais, atividade física e lazer
Legislação específica 


Fonte: - Autor(es): -