Buscar
  
  

Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Atenção Primária informatizada

Data de publicação: 02/08/2019


Conheça um pouco da experiência dos municípios com a implantação e uso do Prontuário Eletrônico do Cidadão do sistema de informação e-SUS AB


Para garantir melhor qualidade do Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) e dos aplicativos da estratégia e-SUS AB, o Ministério da Saúde conta com a parceria de municípios pilotos, os quais são responsáveis por receber as versões e realizar testes em produção, verificando dessa forma a estabilidade da aplicação, avaliando as novas funcionalidades e reportando caso haja algum problema. Essa é uma etapa importante antes de disponibilizar a nova versão para todos os municípios do país.

Os 10 municípios que participaram do Encontro de Municípios Pilotos do e-SUS AB, que aconteceu em junho deste ano, gravaram depoimentos sobre o processo de informatização, implantação e uso do PEC. São cinco vídeos que trazem parte da experiência de cada município. Confira a sinopse de cada vídeo abaixo. Assista à série de clicando aqui.

Benefícios do uso do PEC
Para o diretor da Estratégia Saúde da Família do Distrito Federal (DF), José Eudes Barroso, o uso do prontuário eletrônico auxilia as equipes da Atenção Primária a organizar todo o processo de trabalho desde o acolhimento até o planejamento das atividades fora da unidade. A organização também é apontada pelo enfermeiro Willians Blank de Cuiabá (MT) como um dos benefícios uso do PEC.

Implantação e treinamento
O gestor de São José (SC), Francisco Reis, conta resumidamente como foi a experiência de implantação do PEC, utilizando-o como ferramenta para implantação do acolhimento com classificação de risco e vulnerabilidade. A partir dos dados levantados, a gestão teve um panorama do que precisaria ser feito para equipar as unidades e treinar os profissionais de saúde. No mesmo vídeo, a gerente de Atenção Básica de Dourados (MS), Luzimeire dos Santos, apontou estratégias da gestão para apoiar os profissionais no uso do prontuário eletrônico, com foco no cuidado ao cidadão.

Processo de trabalho
Fabiana Fernandes, apoiadora institucional da Atenção Básica em Marília (SP), conta que o e-SUS AB ajudou a reorganizar o processo de trabalho das equipes de saúde, além de apoiar os gestores na tomada de decisão. pensasse a Atenção Primária para o atendimento da população ao trabalhar os indicadores de saúde. A gestora Maria Amélia do município de Palmas (TO) relata que não teve empecilhos com a transição do uso de um sistema terceiro para o PEC, pois os profissionais já estavam habituados a preencher o prontuário eletronicamente.

Informatização e Suporte de TI
O diretor da Atenção Básica em Teresina (PI) mostra relata como o município buscou soluções de informatização e conectividade para as unidades de saúde. Quanto ao suporte, o gestor de Arujá (SP) explica a importância do profissional de Tecnologia da Informação para orientar no processo de informatização, tanto no levantamento dos equipamentos necessários quanto na organização da infraestrutura e suporte tecnológico.

Educomunicação e Suporte
Para tentar sanar todas esclarecer as dúvidas dos profissionais sobre o uso do e-SUS AB, o município de Porto Alegre (RS) criou um espaço virtual onde concentrou com os manuais, tutoriais e vídeos em um único ambiente. A diretora da Atenção Primária Charleni Scherer explica que ferramentas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TICs) podem auxiliar a gestão para suporte e treinamento aos profissionais. Em Pelotas (RS), Rita de Cássia conta que a gestão disponibiliza treinamento presencial e manuais para tirar as dúvidas de maneira rápida.

Assista aos vídeos em http://bit.ly/Relatos_eSUSAB


Fonte: - Autor(es): -