facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Melhorias nas funcionalidades do e-SUS AB são apresentadas no XXXV Congresso do Conasems

Data de publicação: 04/07/2019


Versão 3.2 do e-SUS AB contém uma série de melhorias significativas para profissionais e gestores que atuam na APS


Programação de oficinas organizadas pela Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS) durante o XXXV Congresso Conasems inclui o tema "Melhorias nas funcionalidades do e-SUS AB - Versão 3.2”. A oficina tem o propósito de difundir as funcionalidades do programa para os gestores e profissionais da APS presentes no evento, que acontece até sexta-feira (5).

A analista de negócios em saúde do Ministério da Saúde Vanessa Lora citou alguns dos pontos apresentados aos congressistas: “O objetivo do espaço dedicado dentro do Congresso do Conasems é apresentar e fortalecer o uso qualificado do Prontuário Eletrônico do Cidadão do e-SUS AB, que chega a sua versão 3.2 promovendo melhor gestão do trabalho dos profissionais e de cuidado das pessoas. Vamos então demonstrar principalmente o aprimoramento dos relatórios gerenciais, dos cartões de acompanhamento da criança e do idoso, dentre outras melhorias, além das informações sobre uso do sistema e dos aplicativos para registro de atividade coletiva e de uso pelo Agente Comunitário de Saúde (ACS), que oferecem uma melhor integração dos dados registrados com o PEC do e-SUS AB”.

Com a nova versão do software, os profissionais podem realizar várias inclusões, como a funcionalidade de unificação de cadastros de cidadãos e a Série Histórica nos Relatórios de Produção. Outra inclusão que já está disponível é a do módulo de registro tardio de atendimento. Ele permite a transcrição de atendimentos que não puderam ser registrados no momento em que ocorreram, como, por exemplo, atendimentos fora da unidade de saúde ou alguma indisponibilidade do sistema.

A gestora da Secretaria Municipal de Saúde de Armação de Búzios (RJ), Márcia Santos, elogiou a oficina. "A nossa expectativa é muito boa quanto aos pontos apresentados pela sAPS. A unificação de cadastros, o registro tardio, o acompanhamento de pessoas idosas e de crianças e a inclusão de notificação dos agravos foram alguns dos pontos bastante positivos", destacou a profissional, que representa município onde há 100% de cobertura do e-SUS AB.

Já o secretário adjunto de saúde de Ponta Grossa (PR), Rodrigo Daniel Manjabosco, comentou a ação: "é muito importante contar com o apoio técnico da equipe e-SUS AB para que fiquemos por dentro das novas funcionalidades, bem como do processo de produção dos relatórios de inconsistência de dados que existiam no Cartão Nacional de Saúde. A unificação dos prontuários eletrônicos dos cartões permite que sejam diminuídas as  duplicidades de cartões, o que facilita bastante o trabalho e a melhoria dos serviços prestados pela Atenção Primária à população”. 

 

Confira algumas das mudanças da versão 3.2 em relação a 3.1:

  • atualização da competência do SIGTAP para Fevereiro de 2019;

  • atualização do comportamento do campo identidade de gênero no cadastro do cidadão: se for preenchido, todos os procedimentos de ambos os sexos estarão disponíveis;

  • inclusão da inativação de lotes de imunobiológicos a partir da tela de cadastro dos mesmos, deixando-os indisponíveis para seleção no registro de vacinação;

  • inclusão do módulo para avaliação do desenvolvimento neuropsicomotor da criança em atendimentos de Puericultura. O módulo permite registrar as alterações fenotípicas e fatores de risco ao desenvolvimento da criança, bem como registrar e acompanhar os marcos de desenvolvimento até os 6 anos.

 

Entre as novas funcionalidades da última atualização, os profissionais de saúde também poderão reorganizar o registro de procedimentos no atendimento, a partir da criação de novo campo para registro dos procedimentos clínicos no Plano. Os procedimentos administrativos são ainda registrados em “Finalizar atendimento”.

Os sistemas da Estratégia e-SUS AB são usados desde 2013 e são atualizados constantemente. Com isto, os municípios que utilizam o Prontuário Eletrônico do Cidadão ou Coleta de Dados Simplificada devem usar a versão mais recente disponibilizada do sistema, garantindo a qualidade na transmissão dos dados coletados.

 


Fonte: - Autor(es): -