facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Ceará debate a Atenção Primária em Encontro Estadual

Data de publicação: 19/06/2019


Evento integra série de estratégias com foco na construção de agenda pela resolutividade da Atenção Primária à Saúde


Pautas como a Estratégia Saúde da Família, e-SUS e o Programa Saúde na Hora foram alguns dos temas discutidos durante o Encontro Estadual para Fortalecimento da Atenção Primária do Ceará, realizado nos dias 17e 18 de junho, na capital do estado. Ao longo dos dois dias de debates, oficinas e apresentações, gestores municipais e estaduais e trabalhadores de 144 municípios se juntaram aos técnicos do Ministério da Saúde para construir uma agenda de fortalecimento da Atenção Primária nos municípios cearenses.

Abrindo a mesa do evento, o vice-presidente do Conselho Estadual de Saúde do Ceará, Reginaldo Alves das Chagas, falou da importância de realizar o Encontro Estadual no momento o Conselho passa por reestruturação e também propôs novas agendas estaduais: “Nos dias 26 e 27, realizaremos a Conferencia Estadual de Saúde para tratar de questões urgentes com as coordenações locais, promovendo, de forma permanente, o diálogo. O Programa PMAQ, pagamento de horas extras e horário de trabalho estarão dentre as pautas que vamos debater. Então, esse encontro e um momento importante, pois reúne trabalhadores e reforça a necessidade de pensar e propor mais debates no âmbito local”.

Vice-presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-CE), Rilson Souza de Andrade destacou as boas práticas  de gestões municipais que foram apresentadas nos dois dias de evento. “Esse momento foi ansiado por todos nós que desejávamos nos reunir para discutir a Atenção Primária à Saúde. A programação trouxe várias experiências exitosas dos municípios para apresentar: Jaguaribe, Itatira, Cedro, Icapuí e Orós são alguns dos muitos casos de sucesso no Ceará. Também gostaria de compartilhar com vocês que, nas próximas semanas, realizaremos oficinas técnicas onde trataremos de pautas como DigiSUS e o Conjunto Mínimo de Dados (CMD)”, enumerou o especializando em Gestão de Políticas de Saúde Informadas por Evidência.

Já a Secretária Adjunta de Saúde de Saúde do Município de Fortaleza, Ana Estela Fernandes Leite, destacou o pioneirismo do estado. “Saúdo essa mesa tripartite e agradeço ao MS pelo apoio que nos dá. O Ceará tem sido pioneiro e dado demonstrações, ao longo de sua história, de criatividade, de superação e de implementação de políticas públicas inovadoras. Fortaleza tem apoiado o controle social, e isso se confirma também após realizarmos eleição com mais de 500 conselheiros locais de saúde, eleitos em um processo desafiador, porém muito positivo”, elencou a médica.

A Coordenadora de Políticas e Atenção à Saúde do Ceará, Magda Moura de Almeida, comentou que a nova gestão está otimista com o trabalho a ser realizado no estado. “Nosso objetivo é fazer com que o Ceará seja modelo de inovação e inspire outros estados. Todo investimento realizado pelos governos federal e estadual deve retornar como serviço de qualidade à população. Nossas escolhas são norteadas pela justiça social e a estratégia Saúde da Família é um meio potente de promove-la. A missão da secretaria é potencializar os serviços da Atenção Primária local, sempre em parceria com MS e Cosems”, reforçou a doutora em Clínica Médica.

Referência técnica do Ministério da Saúde no Estado do Ceará, Túlio Correia Souza e Souza representou a Secretaria de Atenção Primária (SAPS) à Saúde na mesa de abertura. “Nossa equipe vem pensando e planejando esse evento desde o ano passado. Para nós, da SAPS, é uma alegria realizá-lo em parceria com vocês e o Núcleo do Ministério da Saúde no estado. Nosso encontro propõe a troca de saberes pautados por diálogo e competência técnica. Cumprimento toda a mesa e agradeço a presença de cada um e cada uma no Encontro Estadual para Fortalecimento da Atenção Primária do Ceará”, elogiou o farmacêutico.

Diretor do Departamento de Saúde da Família, Otávio Pereira D’Ávila falou das novidades que a atual gestão tem realizado na Atenção Primária à Saúde (APS) brasileira. “Essa gestão aposta fortemente na Atenção Primária, por issofoi criada a Secretaria de Atenção Primária à Saúde, uma mudança não só de organograma, mas também de orçamento. Com isso, assumimos a responsabilidade de aumentar o cofinanciamento da AP no Brasil, estamos buscando isso de diversas formas: reorganizando a casa, reorientando financiamentos para que os recursos cheguem nas equipes, para que possamos realizar assistência, prevenção e promoção com qualidade”, destacou o especialista em Saúde Pública no vídeo produzido para a abertura do evento.

Encontros - Os Encontros Estaduais para fortalecimento da Atenção Primária à Saúde têm o objetivo de discutir os principais programas e propostas para aprimorar a APS em cada estado do país. Os eventos estão sendo organizados pela Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS), em parceria com as Secretarias de Saúde dos estados e Cosems. O objetivo é construir uma agenda conjunta do Governo Federal com os estados e municípios, identificando os principais desafios para a concretização de uma Atenção Básica acolhedora e resolutiva, capaz de ordenar a Rede de Atenção à Saúde, e propondo estratégias de superação dos desafios, de forma tripartite.

Fotos

Assista no vídeo abaixo mensagem de Otávio Pereira D’Ávila para os trabalhadores da APS cearense.


Apresentações
Ferramentas para gestão e-SUS 
Panorama geral Atenção Primária à Saúde 
Panorama Estadual Atenção Primária à Saúde 
NASF - Desafios e perspectivas 
ACS e ACE - processos de trabalho 
Ações de Vigilância em Saúde 
Infratestrutura APS
Ferramentas para qualificação 
Certificação 3o ciclo PMAQ
Estratégia e-SUS 
Experiência exitosa - Itatira 
Experiência exitosa - Cedro 


Fonte: - Autor(es): -