facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Brasília sedia 1ª Reunião Técnica dos Programas Saúde na Escola e Academia da Saúde

Data de publicação: 29/05/2019


Evento de três dias reuniu gestores estaduais e municipais dos programas


Foi realizada, nos dias 21, 21 e 22, em Brasília, a 1ª Reunião Técnica dos Programas Saúde na Escola e Academia da Saúde, que reuniu gestores estaduais e municipais para discutir questões relacionadas ao fortalecimento local dos programas na perspectiva da promoção da saúde, intersetoralidade e atenção primária à saúde.

O momento inicial da reunião teve foco na construção de entendimentos práticos à luz dos programas. “A promoção da Saúde é uma prioridade deste governo e a Reunião Técnica tem por objetivo fortalecer estratégias para aumentar a qualidade dos programas Academia da Saúde e Saúde da Escola”, afirmou a Coordenadora da Coordenação de Alimentação e Nutrição do Departamento de Atenção Básica (CGAN/DAB/SAS/MS), Michele Lessa.

Na sequencia, a Coordenadora do Programa Saúde na Escola e Academia da Saúde da CGAN do Ministério da Saúde, Danielle Cruz, destacou o debate, até então inédito, promovido pelo encontro de tantos profissionais: “para nós, este é um momento ímpar. O encontro trouxe um novo olhar para o debate, onde discutimos intersetoralidades, como por exemplo, o trabalho entre o PSE e o Trajetórias Escolares, as discussões sobre práticas corporais e as atividades físicas na ótica da Atenção Primária, entre outros”.

O Coordenador de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde do Ministério da Saúde, Daniel Amado, compôs a mesa “Práticas corporais e atividade física: abordagens na Atenção Primária em Saúde na Perspectiva da Promoção da Saúde”. Na ocasião, reforçou a necessidade de promover a prevenção de agravos e a recuperação da saúde por meio de tecnologias efetivas e seguras. “A escuta acolhedora, o desenvolvimento do vínculo terapêutico a integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade são fundamentais na promoção da saúde pública”, disse.

A palestrante Simone Medeiros, da coordenação Geral de Acompanhamento da Inclusão Escolar da Secretaria de Modalidades Especializadas da Educação do Ministério da Saúde, falou da importância dos dados sobre beneficiários do Programa Bolsa Família no âmbito do PSE. “Realizamos um calendário anual de ações para fortalecer e consolidar a pesquisa. A coleta de dados foi positiva, alcançado quase 8 milhões de alunos, o que significa 31% do público alvo. O “Trajetória Escolares” levantou informações como a evasão escolar em segmentos específicos, A iniciativa busca enfrentar os principais problemas referentes à permanência e à conclusão dos estudos na idade adequada das crianças e adolescentes em situação de pobreza e em vulnerabilidade social. A intenção é acompanhar os casos mais sensíveis”, explicou.

Experiências de estados, do Distrito Federal e de municípios foram apresentadas e discutidas no evento, bem como as agendas de pesquisas em andamento para os dois Programas e os primeiros passos do Guia de atividade Física para a população brasileira.

O evento contou com transmissão ao vivo, via Live Facebook, possibilitando a participação dos profissionais que não puderem comparecer à reunião técnica.

Confira as fotos do evento.

Apresentações realizadas


Infraestrutura dos Polos de Academia
Credenciamento e financiamento dos Polos
Aspectos físicos - Academia 
Uma nova organização escolar
Territórios saudáveis sustentáveis
SEMOB/PSE
PSE: Construção de capacidades técnicas de gestão
Plataforma MEC: recursos educacionais digitais
PICS
Educação e vigilância sanitária
Renovacao_PS/PSE
Dialogosintersetoriais - gravidez na adolescencia
PSE: gravidez na adolescência
Crescer saudável
Articulação território - Academia da Saúde
PSE - Apresentação
Trajetórias escolares -desigualdade ediversidade
Programa Saúde na Hora - Horário ampliado das UBS
Articulação e desenvolvimento de ações
Ouvidoria - requisitos e denúncias


Fonte: - Autor(es): -