facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Dab participa do Fórum Nacional de Atenção Primária à Saúde

Data de publicação: 14/06/2018


O evento conta com a representatividade de profissionais e estudiosos da saúde e celebra 30 anos de SUS


É preciso que as autoridades e a sociedade tenham maior compreensão acerca do modelo preventivo. Fortalecer este modelo é buscar resultados em que não seja preciso instalar o modelo curativo. Ao realizar um trabalho de prevenção às doenças, evitamos internações hospitalares com tanta frequência, além de, com isso, realizar a promoção da saúde, possibilitando maior de qualidade de vida à população. É importante considerar as especificidades de cada região, entre outros fatores, mas o reconhecimento deste modelo é uma questão de concepção”, destacou João Salame, diretor do DAB/SAS/MS, na mesa de abertura do Fórum Nacional de Atenção Primária à Saúde.

O diretor do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde abriu os trabalhos do encontro, que tem como tema central os 40 anos de Alma-Ata e 30 anos do SUS, e reúne diversos profissionais e especialistas em saúde pública para debater e refletir sobre a importância da Atenção Primária à Saúde para o fortalecimento do SUS. A ideia do fórum é celebrar os 30 anos do SUS, reconhecendo suas conquistas, mas também debater seus desafios para que se torne, de fato, um sistema universal, com uma Atenção Básica robusta e que seja porta de entrada resolutiva à toda população, alcançando o objetivo primário de todo sistema de saúde: gerar equidade.

À frente do DAB há pouco mais de um ano, João Salame destacou algumas conquistas realizadas pelo Departamento. “Conquistamos um aumento significativo no orçamento da Atenção Básica de 2010 para 2017, de 9,8 bilhões para 20,3 bilhões. Ainda em 2017, zeramos todos os pedidos de credenciamento, foram realizados os pagamentos de todos os retroativos represados há três anos, além disso, foram reajustados os valores de repasse do PAB Fixo. Desde 2012 não aconteciam reajustes. Mas ainda é preciso avançar. E o DAB tem trabalhado para alcançar cada vez mais para que isso seja possível”, reforçou.

O Fórum Nacional de Atenção Primária à Saúde ainda prevê um resgate à história da atenção primária no Brasil, o debate dos atuais desafios impostos ao SUS e da importância da Medicina de Família e Comunidade para o fortalecimento de um sistema público de saúde. Como produto final, será redigida uma Carta de Brasília, apontando as razões e caminhos para se fortalecer o SUS, com o intuito de ser referência para os futuros governantes.

Realizado pela Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) e Associação Brasiliense de Medicina de Família e Comunidade (ABMFC), o Fórum Nacional de Atenção Primária à Saúde é realizado entre os dias 14 e 16 de junho, na cidade de Brasília. O evento conta ainda com o apoio da OPAS, Ministério da Saúde, Secretaria de Saúde do Distrito Federal e Associação Médica de Brasília.

Confira as fotos do Fórum 

 


Fonte: - Autor(es): -