facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

DAB discute estratégias para prevenção do câncer de boca em reunião no INCA

Data de publicação: 28/05/2018


Iniciativa surge da necessidade de organização de uma linha de cuidado ao paciente diagnosticado e com suspeita da doença


Na última semana (17/5), a Coordenação Geral de Saúde Bucal do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde (CGSB/DAB/SAS/MS) esteve em reunião promovida pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) para tratar da prevenção do câncer de boca.

Também participaram do encontro o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS), a Sociedade Brasileira de Estomatologia e Patologia (SOBEP), as áreas técnicas de saúde bucal das Secretaria Estaduais de Saúde de Pernambuco (SES-PE), do Rio de Janeiro (SES-RJ), de Santa Catarina (SES-SC) e de São Paulo (SES-SP), as Universidades Federais do Rio de Janeiro (UFRJ), do Pará (UFPA) e de Goiás (UFG), a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), e a Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).

Durante a reunião, foram discutas estratégias para a prevenção e o controle do câncer, entre as quais destacam-se: ações de controle ao tabagismo; estratégias para detecção precoce e diagnóstico de lesões potencialmente malignas e ações para organização de fluxos de referência e contra referência e abordagem para continuidade do cuidado.

Segundo a Coordenadora da CGSB, Lívia Maria Almeida Coelho de Souza, a iniciativa surgiu da extrema necessidade de organizar uma linha de cuidado ao paciente diagnosticado com câncer de boca, tentando articular os diferentes pontos de atenção da Rede de Atenção à Saúde.

“Os participantes do grupo de trabalho estão empenhados na missão de esclarecer à população os principais fatores de risco para o câncer de boca, trabalhando na divulgação e organização da rede de assistência à saúde para os pacientes que serão atendidos no Sistema Único de Saúde”, afirmou.

Também fazem parte das ações da Coordenação:

  • A proposição de monitoramento e avaliação das ações de prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação do câncer de boca;
  • A elaboração de estudos para avaliar a viabilidade da incorporação da laserterapia no SUS;
  • A elaboração de estratégias preventivas e educativas relativas à semana nacional de prevenção do câncer bucal, que é celebrada na primeira semana de novembro, anualmente.

Fonte: - Autor(es): -