facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

CGAN lança cinco novas publicações

Data de publicação: 23/04/2018


O material sobre alimentação e nutrição estão disponíveis na biblioteca virtual


A Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) do Ministério da Saúde lançou, durante o XXV Congresso Brasileiro de Nutrição (CONBRAN), manual, cartilha e livretos. Os materiais trazem orientações sobre promoção da alimentação adequada e saudável nas escolas e sobre a alimentação cardioprotetora para indivíduos portadores de fatores de risco cardiovasculares.

As doenças cardiovasculares (DCV) são a primeira causa de mortalidade no Brasil. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmam que as DCV representaram mais de 30% dos óbitos no mundo em 2015 e em países em desenvolvimento, como o Brasil, atingiram mais de três quartos das causas de morte. A prevalência dos fatores de risco também trazem dados preocupantes: mais da metade da população brasileira está com excesso de peso ou obesidade (Brasil, 2017).

Mudanças nos padrões de consumo de alimentos são destacadas como um dos principais motivos do aumento exponencial do sobrepeso e da obesidade na população, tendo em vista que famílias têm deixado de consumir pratos típicos tradicionais e aumentado a ingestão de alimentos ultraprocessados e de baixa qualidade nutricional. Por isso, o Ministério da Saúde, em parceria com o Hospital do Coração (HCor), elaborou o material: Alimentação Cardioprotetora: Manual de Orientações para Profissionais de Saúde da Atenção Básica. O documento traz subsídios aos profissionais de saúde da Atenção Básica, de maneira individual ou coletiva, para que orientem a alimentação de indivíduos portadores de fatores de risco cardiovasculares.

Além do manual, foi produzido uma cartilha, seguindo também as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira, com mesmo conteúdo, mas com linguagem mais simples e explicativa. A cartilha pode ser acessa aqui.

Parceria MS e UERJ
O Ministério da Saúde, em parceria com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e com apoio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), elaborou uma série de materiais para apoiar gestores e profissionais da saúde e da educação no planejamento, na organização e na implementação das ações de promoção da alimentação adequada e saudável nas creches e nas escolas.

Os professores e profissionais de saúde têm papel fundamental em promover educação alimentar. São atores com potencial para despertar o interesse e a participação dos educandos e de toda a comunidade escolar, além de promover a construção coletiva do conhecimento.

Um dos livretos contém orientações para ações a serem desenvolvidas ou aprimoradas pela creche, com destaque para o apoio ao aleitamento materno e para a introdução da alimentação complementar adequada e saudável. O segundo livreto é um material educativo destinado aos professores e aos profissionais da saúde do Programa Saúde na Escola (PSE), cujo objetivo é subsidiar a discussão sobre hábitos alimentares saudáveis no ambiente escolar, estabelecendo relações com diferentes aspectos dos parâmetros curriculares e valorizando a transversalidade do tema alimentação. O terceiro material é voltado para educação infantil.