facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Balanço do Encontro Estadual em Maringá

Data de publicação: 23/03/2018


Acesse as apresentações que foram feitas e confira o que os participantes disseram sobre os dois dias do evento


No Encontro Estadual para Fortalecimento da Atenção Básica em Maringá (PR), o segundo no estado, participaram mais de 350 gestores municipais e estaduais do Paraná. Apresentações sobre os programas e ações do Ministério da Saúde, como a Estratégia e-SUS AB e Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade (PMAQ), tomaram o primeiro dia do evento. Já no segundo dia as oficinas possibilitaram espaço de troca de experiência e esclarecimentos de dúvidas.

A agenda dos Encontros inclui todos os estados brasileiros. “É uma demanda dos gestores que o Ministério esteja mais presente nos municípios, mais próximo dos profissionais de saúde. Serão 37 Encontros Estaduais para que, além de dar suporte, possamos estreitar laços com todos os entes federativos”, afirma João Salame Neto, diretor do Departamento de Atenção Básica (DAB).

Fotos do evento

Mudanças na nova Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), Núcleo Ampliado de Saúde da Família, Saúde Bucal e Processo de trabalho foram os temas das oficinas. Para a assessora técnica do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Paraná (COSEMS/PA) Maria da Penha, o Ministério precisa ter um olhar diferenciado aos gestores, porque têm dificuldades de entender o papel das equipes.

“Esse espaço precisa ser sempre proporcionado aos diversos atores do Sistema Único de Saúde, especialmente da Atenção Básica. É importante momentos como dos Encontros para debater e empoderar os profissionais de saúde. Acho que falta esse componente para uma melhor gestão da AB”, disse a representante do COSEMS/PR.

Avaliação
Mércia Aparecida de Paula, coordenadora da Atenção Básica da regional de saúde de Apucarana, saiu da oficina sobre Nasf pedindo que momentos de aprendizagem com os técnicos federais fossem periódicos. “O Ministério traz diretrizes mas o Nasf não é um livro pronto, mesmo para mim que participou do processo de implantação da primeira oficina de matriciamento no Paraná. Cada região tem uma realidade diferente. Quanto mais aprendo, melhor é o suporte que posso dar aos municípios. Gostei muito da oficina, porque pude tirar várias dúvidas, principalmente com as mudanças da nova PNAB”, avaliou a gestora.

Além gestores, profissionais de saúde e docentes participaram do evento. Mitsue Fujimaki é professora de Saúde Coletiva no curso de Odontologia na Universidade Estadual de Maringá e acredita ser fundamental como docente participar dos espaços de discussão como o do Encontro Estadual. “A universidade é responsável pela formação dos futuros profissionais da área da saúde. Como o SUS é extremamente dinâmico, tem muita mudança acontecendo. Precisamos estar a par, discutir, para poder construir um sistema melhor”, explicou.

A professora participou de Saúde Bucal. “Foi extremamente rica. Teve troca de experiências, de percepções, e de entendimento do rumo da saúde bucal no país. Temos muitos desafios por conta da condição de saúde bucal na população, mas os profissionais sendo bem capacitados, mudando o olhar da doença e trabalhando com prevenção nós podemos conseguir avançar. O que a gente mais quer é uma população com saúde, que ela possa se alimentar, mastigar, sorrir, falar ao longo de toda vida. A preservação dos dentes é o nosso foco”, contou Mitsue.

As apresentações feitas no Encontro estão disponíveis nos links abaixo. Confira:

Panorama AB
Requalifica
PMAQ
e-SUS AB
Apresentação Maria Lúcia
Apresentação Jair Francisco
Apresentação Celia Regina 1
Apresentação Celia Regina 2
Oficina PNAB
Oficina de Saúde Bucal
Oficina inovações
Oficina Nasf
 

 

 


Fonte: - Autor(es): -