facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

DAB realiza oficina para profissionais da Atenção Básica de Santarém e região

Data de publicação: 24/10/2017


Capacitação sobre programas e recursos da Atenção Básica faz parte de cronograma de ações do Departamento


Profissionais da saúde de municípios da região oeste do Pará participaram, nesta segunda-feira (23), da Oficina Estadual de capacitação sobre a Atenção Básica. O evento acontece no auditório da Universidade Estatual do Pará (Uepa), campus Santarém, até terça-feira (24).

Representando o Ministério da Saúde, o diretor do Departamento de Atenção Básica (DAB), João Salame, e a diretora do Departamento de Atenção Hospitalar e Urgência (DAHU), Adriana Melo, participaram da mesa de abertura do encontro.

O treinamento é parte do cronograma de novas ações do DAB e teve como objetivo a capacitação dos trabalhadores. “Assim que assumi a direção do departamento de Atenção Básica, foi percebido que os municípios perdem muitos recursos por não conseguirem acessar corretamente os programas do Ministério da Saúde. Isso acontece, muitas vezes por falta de informação. Estamos aqui para qualificar ainda mais as equipes para que que não se perca um recurso que já é do município”, destacou João Salame.

Equipes do DAB e do DAHU conduziram a oficina que tratou de acesso aos recursos, acolhimento, estrutura, gestão, processo de trabalho e resolutividade da saúde. Aliadne Sousa, técnica do DAB, explicou aos participantes sobre os métodos de qualificação da Atenção Básica (AB). “É preciso investir maiores esforços na qualificação da AB, na estrutura e funcionamento das UBS, na ampliação da oferta de serviços realizados pelas equipes para alcançar melhor desempenho no Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade (PMAQ)”, reforçou ao falar de uma das principais estratégias do MS para melhoria do serviço de saúde pública.

João Salame exemplificou o que a falta de qualificação pode resultar aos municípios. Um dos exemplos citados pelo diretor foi o das equipes de Estratégia Saúde da Família de Santarém, em que seis UBS não estavam recebendo recursos desde 2009. “Realizamos um levantamento e constamos que, nesse período todo o município de Santarém deixou de receber cerca de 5 milhões de reais. Era um problema de natureza simples de ser resolvido, tanto é que resolvemos em uma semana. Hoje as seis unidades estão habilitadas a receberem os recursos novamente”, explicou.

Presente na abertura dos trabalhos, o prefeito Nélio Aguiar, comentou a importância e os resultados que as oficinas municipais alcançarão. “É preciso estreitar a relação do Ministério da Saúde com os técnicos da Secretaria Municipal de Saúde. Com mais qualificação, vamos conseguir aumentar o repasse de recursos para o município, corrigir algumas falhas, apresentar melhores projetos. Esse encontro vai elucidar muitas questões, tanto em sobre média quanto alta complexidade, em termos de cadastramento de novos serviços, de aumento de nossas receitas. Temos eu pensar conjuntamente, de forma estratégica, para melhorar a vida de todos, na Atenção Básica e em outros serviços de saúde”, disse.

A diretora o 9º Centro Regional de Saúde, Marcela Tolentino, também integrou a mesa. Tolentino ressaltou a necessidade de fortalecimento das equipes de saúde municipais. “É um momento para o fortalecimento da área da saúde nos municípios, de integração dos profissionais. Por isso, o apoio que recebemos para revogação da liminar que limitava o papel dos enfermeiros foi fundamental. Tal atitude só prejudicaria a saúde pública. É preciso entender que juntos estamos fortalecidos”, reforçou.

Participam os municípios de Aveiro, Belterra, Itaituba, Jacareacanga, Mojuí dos Campos, Novo Progresso, Placas, Rurópolis, Trairão e Santarém.

E as melhorias não param. Atendendo a pedidos de trabalhadores do Cosems e das coordenações da Atenção Básica nos estados, o treinamento das equipes continuará a todo vapor: Marabá, Altamira e Marajó serão os próximos destinos da qualificação em Atenção Básica no norte brasileiro. 


Fonte: - Autor(es): -