facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

CGAN dialoga com nutricionistas do DF sobre a Importância da Nutrição no SUS

Data de publicação: 18/04/2017


A coordenação apresentou os dados mais recentes sobre obesidade e conversou sobre o avanço dos nutricionistas no Sistema Único de Saúde


Com números, ações, cursos e publicações específicas, a coordenadora de Alimentação de Nutrição, Michele Lessa, traçou um panorama sobre a importância da atenção nutricional no Sistema Único de Saúde (SUS), em evento de educação permanente realizado na tarde de hoje em Brasília, com nutricionistas da rede pública do DF. 

“Não só foi valorizado o profissional dentro da rede de atenção, como o tema de alimentação e nutrição está sempre na boca dos gestores”, começou. A coordenadora ressaltou a importância que os 19.502 nutricionistas integrantes do SUS têm, principalmente, para enfrentar as doenças crônicas não-transmissíveis nos diversos níveis de cuidado à população.

Foi destacado o tratamento da obesidade como o principal desafio dos profissionais. Michele Lessa apresentou os dados mais recentes, divulgados ontem pelo Ministério da Saúde, segundo o qual 18,9% dos brasileiros estão obesos. O número é resultado da última Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel).

Michele Lessa aproveitou para elogiar o Distrito Federal, que está capacitando seus profissionais para estruturar uma linha de cuidados à obesidade e, aproveitou, para relembrar os nutricionistas presentes sobre a importância de utilizarem os materiais produzidos pelo Ministério da Saúde, principalmente o Guia Alimentar para a População Brasileira. 

O evento foi promovido pela Gerência de Nutrição (GENUT-DF) e pela Escola de Aperfeiçoamento do SUS (EAPSUS-DF), com o intuito de constituir um espaço ensino - aprendizagem, referenciado na realidade dos profissionais, nas necessidades existentes e na troca de experiências.


Fonte: - Autor(es): -