Buscar
  
  

Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Semana da prematuridade movimenta profissionais de saúde e população pela prevenção de nascimentos prematuros

Data de publicação: 17/11/2020


Objetivo é qualificar o modelo assistencial, bem como intensificar o cuidado aos recém-nascidos prematuros 


Na semana do dia 17 de novembro de 2020, o Ministério da Saúde (MS) mobilizará a sociedade quanto à prevenção da prematuridade, que atinge 340 mil bebês brasileiros todos os anos. A data faz alusão ao Dia Mundial da Prevenção da Prematuridade, quando se destaca a pauta para que população e profissionais de saúde continuem atuando, diariamente, contra números que equivalem a 931 partos prematuros, por dia - ou seis nascimentos pré-termo a cada 10 minutos. No mundo, 15 milhões de crianças nascem prematuramente, por ano.

Diversos são os motivos para que isso aconteça, entre eles, o diagnóstico tardio da gravidez. Outro fator tem a ver com a identificação também tardia ou tratamento inadequado de doenças que podem trazer prejuízos à saúde da mãe ou do feto. Por isso a importância de realização de exames laboratoriais durante a gestação. O acompanhamento pré-natal busca assegurar o desenvolvimento da gestação, permitindo o parto de um recém-nascido saudável, sem impacto para a saúde materna, inclusive abordando aspectos psicossociais e as atividades educativas e preventivas.

Segundo o secretário de Atenção Primária à Saúde do MS, Raphael Parente, os profissionais de saúde da APS precisam estar capacitados para cuidar, com disponibilidade para atuação, mesmo diante das dificuldades. “A assistência pré-natal deve se dar por meio da incorporação de condutas acolhedoras; do desenvolvimento de ações educativas e preventivas; da detecção precoce de doenças e de situações de risco gestacional; e do fácil acesso a serviços de saúde de qualidade, desde o atendimento ambulatorial básico ao atendimento hospitalar de alto risco”, afirmou.

O Diretor do Departamento de Ações Programáticas Estratégicas, Antonio Rodrigues Braga Neto, concorda e acredita nas ações preventivas para garantia de melhores desfechos perinatais. “Além da qualificação do cuidado neonatal por meio de ações estratégicas como a Rede Cegonha, Método Canguru, Iniciativa Hospital Amigo da Criança, Aleitamento Materno e a Estratégia QualiNEO, as ações preventivas no pré-natal são fundamentais. Sabemos de ferramentas que hoje conseguem reduzir a ocorrência da prematuridade e devemos investir cada vez mais em estratégias para a educação permanente dos profissionais de saúde para diagnosticar precocemente pacientes sob risco de prematuridade, afim de fazer as intervenções necessárias no tempo oportuno”, afirmou.

Mobilização

A Semana da Prematuridade de 2020, que acontecerá de 16 a 20 de novembro, contará com a divulgação diária de materiais informativos sobre o tema nas redes oficiais do Ministério da Saúde. Transmissões ao vivo sobre a pauta também farão parte da programação, com estudiosos, profissionais e demais especialistas e convidados, em parceria com a organização não governamental Prematuridade. Outro destaque da semana é a comemoração dos 20 anos de Política Nacional do Método Canguru com o Webinário Nacional sobre o Método Canguru e diálogos sobre seus desafios.

Após a semana principal, haverá, ainda, no dia 26 de novembro, às 17h, evento oficial para assinatura de termo que ampliará a estratégia QualiNEO e o repasse de recursos para o cuidado neonatal. Para além dela, o Ministério da Saúde também investe para qualificar o modelo assistencial e diminuir as taxas de prematuridade no país, bem como intensificar o cuidado aos recém-nascidos prematuros e de baixo peso que estão internados em unidades neonatais brasileiras, com estratégias como o Método Canguru e ações de promoção e proteção ao aleitamento materno.

Confira a programação da semana e do mês 

16 de novembro (segunda-feira)

O que: Webinário Nacional sobre o Método Canguru, em comemoração aos 20 anos da

Política Nacional do Método Canguru. Na ocasião, resultados preliminares da pesquisa multicêntrica sobre o contato pele a pele e boas práticas no atendimento a recém-nascidos pré-termo durante a pandemia de Covid-19 serão divulgados.

Onde: Portal de Boas Práticas da Fiocruz: www.portaldeboaspraticas.iff.fiocruz/atenção-ao-recem-nascido

Público: profissionais de saúde, gestores, coordenadores estaduais do Método Canguru e consultores. 

Hora: 9h

17 de novembro (terça-feira)

O que: transmissão de lives no Dia Internacional em alusão à Prematuridade (live). Durante todo o dia, ocorrerão lives voltadas para a prevenção da prematuridade com diversos temas capitaneados por profissionais de saúde, sociedade civil, autoridades, artistas e gestores.

Público: Profissionais de saúde, sociedade civil e gestores

Onde: ONG Prematuridade:  www.facebook.com/prematuridade

Hora: 14h 

19 de novembro (quinta-feira)

O que: Encontro virtual sobre os desafios da prematuridade no Brasil. Na ocasião, MS e especialistas  da assistência neonatal falarão sobre os desafios e temas sensíveis associados à prematuridade, incluindo a Covid-19.

Público: Profissionais de saúde e gestores

Onde: Portal de Boas Práticas da Fiocruz: www.facebook.com/prematuridade

Hora: 15h

20 de novembro (sexta-feira)

O que: Encontro virtual sobre estratégias de prevenção da prematuridade no Brasil, com foco na obstetrícia.

Público: Profissionais de saúde e gestores

Onde: Portal de Boas Práticas da Fiocruz: www.portaldeboaspraticas.iff.fiocruz/atenção-ao-recem-nascido

Hora: 15h

25 de novembro (quarta-feira)

O que: fechamento oficial do mês da Prematuridade 2020. Na ocasião, o Ministério da Saúde realizará o evento Juntos Pelos Prematuros – Cuidando do Futuro para assinatura de termo de execução descentralizada com o Instituto Fernandes Figueira (IFF-Fiocruz), com objetivo de expandir atividades de qualificação à assistência neonatal no país (Projeto QualiNEO).

Público: Profissionais de saúde, sociedade civil e gestores.

Onde: Auditório Emílio Ribas (MS/Sede) - transmitida nas redes oficiais do Ministério da Saúde. www.facebook.com/minsaude

Hora: 15h

 


Fonte: - Autor(es): -