Buscar
  
  

Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Informatiza APS



O que é prontuário eletrônico

O prontuário eletrônico é um repositório de informações mantidas de forma eletrônica, ao longo da vida de um indivíduo. Nele estão armazenadas as informações de saúde, clínicas e administrativas, originadas das ações das diversas categorias profissionais que compõem a APS. Além disso, é necessário que tenha pelo menos as seguintes características principais:
  • registro de anamnese, exame objetivo e variáveis clínicas;
  • prescrição de medicamentos ou outros métodos terapêuticos;
  • emissão de atestados e outros documentos clínicos;
  • solicitação de exames e outros métodos diagnósticos complementares;
  • encaminhamentos a outros pontos da rede de atenção à saúde; e
  • acesso rápido aos problemas de saúde e intervenções atuais.

Benefícios de usar prontuário eletrônico

Para os profissionais de saúde
  • Os dados dos cidadãos ficam todos no mesmo lugar, e todos os profissionais de saúde podem acessar as informações.
  • O prontuário eletrônico já tem um padrão para as informações que devem ser lançadas de acordo com condições avaliadas e ciclos de vida, o que torna o registro facilitado. Isso associado ao fato de todas as letras serem legíveis, o que acaba diminuindo o tempo de cada consulta.
  • O prontuário eletrônico é uma ferramenta de organização do processo de trabalho, já que, além de gerenciar filas do sistema, ele também fornece as informações dos cidadãos acompanhados e permite o planejamento de ações da equipe
Para a gestão
  • Acesso aos dados consolidados ou individualizados produzidos pelas equipes;
  • Acompanhamento dos processos de trabalho das equipes do município;
  • Dados qualificados para subsidiar o planejamento das ações;
  • Registro dos dados padronizados, de acordo com condição avaliada e ciclos de vida, facilitando o trabalho dos profissionais de saúde;
  • Diminuição do tempo de registro dos atendimentos e melhora do fluxo de pessoas na unidade de saúde;
  • Extinção da necessidade de sala de arquivo;
  • Registro seguro dos dados e facilidade de serem restaurados, caso se percam os originais ou ocorra algum acidente.
Para os cidadãos
  • O prontuário eletrônico também pode ser usado como ferramenta de segurança do paciente, porque permite um bom registro clínico e melhora o compartilhamento dos dados entre profissionais. Dessa forma, facilita a revisão e discussão de condutas clínicas pela equipe de saúde.
  • Além disso, o prontuário eletrônico restringe o acesso aos dados clínicos do cidadão e somente os profissionais de saúde cadastrados têm acesso.
  • Outra vantagem é que, com o prontuário eletrônico, não há mais o problema de a letra ser ilegível, e o paciente não corre mais o risco de entender errado o que foi escrito na prescrição.
  • O prontuário eletrônico ainda dá segurança por não ter risco de perder dados por degradação física, química ou biológica do papel ao longo do tempo, além de permitir que se faça o backup dos registros.