Buscar
  
  

Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

e-SUS Atenção Primária





Modelo de Integração para "Sistemas Próprios"


A estratégia e-SUS APS inclui, além dos sistemas de Coleta de Dados Simplficada (CDS) e Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC), a possibilidade de integração com sistemas já existentes.

Essa integração se dá através das tecnologias Apache Thrift ou XML.

Nessa página podem ser encontradas todas as informações de apoio para implementação da integração.



FAQ

Não. A transmissão somente ocorre em mão única vinda do sistema próprio para o e-SUS APS, nunca o contrário.
Os principais motivos são:
1. Extensão errada do arquivo gerado para a ficha (.esus) ou do pacote ZIP (.zip)
2. O nome do arquivo gerado para cada ficha não é um UUID válido
3. O atributo UUID dentro da ficha não foi preenchido e/ou não corresponde ao nome do arquivo (UUID.esus)
4. O protocolo de serialização do arquivo não corresponde ao protocolo utilizado pelo e-SUS APS PEC (TBinaryProtocol)
O código UUID é a chave primária de identificação universal das fichas que compõe o e-SUS APS. Toda e qualquer ficha gerada através deste sistema, é composta por este campo. Através dele, é possível identificar as fichas relacionadas as inconsistências acusadas nos relatórios do e-SUS APS PEC.
Onde obter acesso as informações de integração de sistema próprio com o e-SUS APS?
As informações relativas a interoperabilidade do e-SUS APS com sistemas próprios encontra-se disponível no Portal do DAB -> Menu Ações, Programas e Estratégias -> e-SUS Atenção Primária.

Como realizar a integração de sistema próprio com o e-SUS APS?
A integração de sistemas próprios com o e-SUS APS pode ser realizada: 1. Thrift - Utilizando os layouts disponibilizados, de acordo com a linguagem a ser utilizada 2. Utilizando os arquivos XSD para criação e validação de um layout em XML. Após isso esses arquivos podem ser enviados através da instalação centralizadora local.

Como importo arquivo thrift/XML gerado pelo meu sistema dentro do e-SUS APS PEC?
Dentro do e-SUS APS PEC o caminho para importação é: Administração -> Transmissão de dados -> Controle de recebimento de fichas -> Importar arquivo

Como identificar a ficha que está com inconsistência no processo de integração?
Através do relatório de inconsistência gerado pelo e-SUS APS PEC, será acusado o tipo de inconsistência detectada, bem como o UUID da ficha com problema.

Como localizar uma ficha que está com inconsistência pelo UUID?
O desenvolvedor do sistema próprio ou integração deverá possuir um log de geração de dados contendo os UUID's para conferência.

É possível visualizar os dados originados no sistema próprio dentro do e-SUS APS PEC, após a importação dos dados?
Sim. As seguintes informações estão disponíveis de acordo com o tipo de instalação do e-SUS APS PEC:
1. Prontuário - Fichas CDS, Controle de transmissão e Relatórios
2. Centralizador - Controle de transmissão e Relatórios

e-SUS APS PEC está acusando duplicidade no momento da importação do arquivo gerado pelo sistema próprio. O que fazer?
Erros de duplicidade geralmente ocorrem quando se está tentando importar produções que já foram importadas. Nesse caso o ideal é realizar uma conferência na geração dos UUID's, garantindo que os mesmos são únicos e que não foram previamente importados.

Como realizar a integração do e-SUS APS por meio do XML?
Através da utilização do arquivo XSD disponibilizado e do dicionário de dados.