facebook   flickr   youtube   
Buscar
   facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Brasil Sorridente



Câncer de Boca


O câncer de boca representa 40% dos casos de câncer de cabeça e pescoço e, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 90% dos pacientes com câncer de boca são tabagistas. O consumo regular de bebidas alcoólicas também pode levar ao desenvolvimento da doença, e a associação entre cigarro e álcool potencializa o risco.

Para a detecção precoce da doença, o INCA/MS recomenda procurar de imediato um dentista ou médico, caso surja lesão na boca que não cicatrize em até 15 dias. Se diagnosticado no início e tratado da maneira adequada, cerca de 80% dos casos de câncer de boca têm grande possibilidade de cura.

O INCA/MS deixou de preconizar o autoexame e o rastreamento após a avaliação de diversos estudos e pesquisas recentes, que demonstram não haver evidências científicas de que as medidas tenham conseguido reduzir o número de novos casos ou baixar a taxa de mortalidade pela doença.

Nesse contexto, a Coordenação Geral de Saúde Bucal informa links de interesse, disponíveis no portal do INCA/MS, para apoiar gestores, profissionais de saúde e usuários.

Para saber mais sobre Prevenção, Sintomas, Detecção precoce, Diagnóstico, Tratamento, Regiões anatômicas e prognósticos e Materiais de Campanha, acesse.

Para saber mais sobre o tratamento do tabagismo, acesse.

Para saber mais sobre as ações que compõem o Programa Nacional de Controle do Tabagismo (PNCT), acesse.

Conheça o “Observatório da Política Nacional de Controle do Tabaco”. Acesse.